Home / Destaque / Servidores do Detran decidem por greve por tempo indeterminado a partir do dia 31‏

Servidores do Detran decidem por greve por tempo indeterminado a partir do dia 31‏

Em assembleia geral realizada nesta segunda-feira (23), os servidores do Detran decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, em unidade com as demais categorias do funcionalismo público estadual, a partir do dia 31 de maio.

“Nós defendemos desde o início das discussões com as demais categorias e seus sindicatos que o único caminho para defender o direito a recomposição geral anual de todo o funcionalismo é a greve geral no Estado por tempo indeterminado, até que o Governo cumpra com a sua obrigação constitucional. Essa foi a deliberação da categoria na primeira assembleia e foi reafirmada hoje, encaminhando a data de 31/05 em unidade com as demais categorias. A categoria entendeu que os servidores estão mobilizados e o Governo já reafirmou o não pagamento e que, portanto, não cabem mais paralisações por tempo determinado”, afirma Daiane Renner, presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran-MT).

Em 2015 quando o Governo do Estado parcelou ilegalmente o pagamento da RGA, os servidores do Detran se posicionaram contrários e realizaram fortes paralisações. A categoria mantém o mesmo posicionamento, de defesa do pagamento integral da RGA. “Não cabe tentativa de negociação sobre um direito que já temos garantido na Constituição e que é fruto da luta dos trabalhadores, direito tem que ser defendido e cumprido”, ressalta Daiane.

A categoria rechaçou, ainda, as tentativas do Governo do Estado em coagir os servidores: “O Governo está na ilegalidade e ainda tenta aterrorizar os servidores, como por exemplo, com essas reuniões que foram realizadas no interior do Estado, propondo um pacto onde na verdade queria impor aos servidores abrir mão de direitos e da força de greve, enquanto o Governo amplia a exploração dos servidores, a precarização dos serviços públicos e os benefícios às empresas. O funcionalismo, porém, respondeu que não irá se dobrar a essas investidas do Governo e que lutará com toda a sua força contra a redução salarial”, comenta Daiane.

 

Veja Também

05

Governo retira incentivos fiscais da Moda Verão, Decorliz e outras empresas

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Empresarial (Cedem) aprovou o fim do incentivo fiscal de cinco ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *