A Rádio

                                                             HISTÓRICO da  Rádio Alternativa FM

A Rádio Alternativa FM, nasceu do ideal de pessoas envolvidas nas lutas do povo, comprometidas com a educação, a cultura e cidadania e o desenvolvimento social da nossa sociedade. Por voltas do ano de 1996 por ai, varias pessoas que militavam nos movimentos sociais como: Pastorais Centrais Sindicais Associação de moradores, Igrejas Católicas, Evangélicas e Centro de Direitos Humanos de Cuiabá, resolveram criar a rádio companheira. Adquiriram os equipamentos e colocaram pra funcionar. A principio funcionava com um transmissor Montel de 50 Wats de forma precária e clandestina, sem programação definida, de tempo em tempo, mudava de local. Certo dia, ela estava operando na Paróquia São João Basco no Bairro Cidade Alta, quando o jornal a Gazeta, recém-inaugurado na cidade, fez uma matéria denuncia de página inteira, contra as rádios comunitárias, as chamadas “PIRATAS”, foi ai que o grupo da Rádio CAMPANHEIRA, se desanimou e parou com o projeto. Marcia Carvalho que havia participado do grupo, convidou-me para uma conversa, o assunto foi a criação de uma rádio comunitária em Várzea Grande, topamos a parada e começamos a articular os movimentos sociais no grande Cristo Rei, um distrito com mais de 80 mil habitantes e vivia época de muita efervescência popular. No dia 25 de janeiro de 1998, fundamos a ARCREI- Associação de Rádio Comunitária Cristo Rei. Fizemos um Comodato com as Paróquias que detinham os equipamentos da antiga Companheira e colocamos para funcionar a Rádio Alternativa FM, que no começo funcionou na Paróquia Cristo Rei. Participou desse movimento: Márcia Maria de Carvalho , Aberides Alves da Silva , Manoel Teotonio Gonçalves, Djalma Rodrigues, Marilene de Oliveira, Padre Felisberto, Padre José Dilson, Dalete Soares, Josias Sores, Maria Conceição Irandir Bezerra, Lázaro Donizete, Sonia Maria Simões, Zelandes Santiago, Cido Albuquerque, Zito Portela, Altair Lourenço, Gilmar Gambeta, Olizei Pedroso, Simaura Cavalcante, Eva Reis, José Marques Braga, Maria Felicidades, Geraldo Matos e muitos outros.